NOSSA HISTÓRIA

Como nasceu nossa federação

Corria o ano de 1948. Integrando o grupo "Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino", existiam, em São Paulo, quatro sindicatos: Sindicato dos Professores do Ensino Secundário e Primário de São Paulo, Sindicato dos Auxiliares de Administração Escolar de São Paulo, Sindicato dos Professores de Santos e Sindicato dos Professores do Ensino Secundário e Primário de Campinas.

Nessa época, tomou-se conhecimento de que, no Rio de Janeiro, um grupo de sindicalistas intencionava criar uma Federação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino, com base territorial em todo o País.

Rapidamente, movimentaram-se os dirigentes sindicais paulistas. Como a Consolidação das Leis do Trabalho exigia a existência de, no mínimo, cinco sindicatos para se constituir uma federação, foi iniciado e agilizado o processo de criação e de reconhecimento do Sindicato dos Auxiliares de Administração Escolar de Campinas.

Preenchidos os requisitos básicos para a criação de uma federação estadual, desenvolveu-se intenso trabalho, visando à criação da Federação dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino do Estado de São Paulo, dissociando nosso Estado da Federação Nacional.

Finalmente, em 24 de janeiro de 1951, graças aos esforços despendidos, foi assinalada a Carta Sindical da nossa Federação, com sede em São Paulo, Capital, e base territorial em todo o Estado de São Paulo - FETEE/SP.

Em fase desse acontecimento, a Federação Nacional precisou alterar sua denominação para Federação Interestadual dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino - FITEE, com sede no Rio de Janeiro e base territorial em todo o Brasil, com exceção do Estado de São Paulo.

Nessa histórica campanha, sucintamente relatada, escreveram seus nomes, de forma indelével, Alexandre Anzaldo Mozzilli, Itúrbides Bolivar de Almeida Serra, Domingos Marmo, José Rafael Pero Sobrinho, Claudino Busco, Roberto Meyer, Humberto Álvares e José Paulo Moutinho, entre tantos outros.

A garra e a obstinação pelo trabalho foram muito maiores do que a pequena sala onde esses inesquecíveis pioneiros trabalhavam, na rua Conselheiro Crispiano, no centro de São Paulo, na qual dividiam o espaço com o Sindicato dos Professores de São Paulo. De lá, a sede da Federação foi para a rua 24 de maio. Depois, para a rua Xavier de Toledo. Em seguida, para a Alameda Gabriel Monteiro da Silva. Na década de 80, para a Avenida Doutor Altino Arantes. Finalmente, a concretização de um sonho: a mudança para a rua das Cassuarinas nº 109, no Jardim Oriental, em moderno prédio especialmente projetado e construído para abrigar a sede de uma entidade sindical.

Um endereço que guarda, além das saudosas recordações dos abnegados dirigentes que nos antecederam, o resultado de mais de meio século de lutas pelos Professores e Auxiliares de Administração Escolar do Estado de São Paulo.

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Professores e Auxiliares de Administração Escolar na área inorganizada (municípios sem a representação exercida por sindicato, devidamente reconhecida pelo MTE: Aguaí, Águas da Prata, Águas de São Pedro, Altair, Alto Alegre, Álvares Florence, Álvaro Carvalho, Alvinlândia, Américo de Campos, Analândia, Anhembi, Aparecida d’Oeste, Aramina, Arco-Íris, Aspásia, Avanhandava, Balbinos, Barbosa, Bento de Abreu, Bernardinho de Campos, Bilac, Borá, Braúna, Brejo Alegre, Barretos Buritama, Buritizal, Cafelândia, Cajobi, Campos Novos Paulista, Cardoso, Casa Branca, Castilho, Clementina, Colina, Colômbia, Coroados, Corumbataí, Cosmorama, Cristais Paulista, Dirce Reis, Divinolândia, Dolcinópolis, Echaporã, Embaúba, Fernão, Floreal, Gabriel Monteiro, Gália, Gastão Vidigal, Getulina, Glicério, Guaiçara, Guaiambé, Guairá, Guará, Guaraçaí, Guaraci, Guarani d’Oeste, Guarantã, Guararapes, Guzolândia, Herculândia, Iacanga, Iacri, Iaras, Ibirarema, Igarapava, Indiaporã, Ipuã, Irapuã, Itaju, Itapura, Itirapina, Itirapuã, Itupeva, Jaborandi, Jales, Jeriquara, Júlio de Mesquita, Lavínia, Lourdes, Lucianópolis, Luiziânia, Lupércio, Lutécia, Macaubal, Macedônia, Magda, Mariápolis, Meridiano, Mesópolis, Miguelópolis, Mira Estrela, Mirandópolis, Monções, Monte Alegre do Sul, Muritinga do Sul, Nova Canaã Paulista, Nova Castilho, Nova Independência, Nova Luzitânia, Nuporanga, Ocauçu, Oriente, Orindiuva, Oscar Bressane, Ouroeste, Palestina, Palmeira d’Oeste, Paraíso, Paranapuã, Parisi, Patrocínio Paulista, Paulo de Faria, Pedranópolis, Pedregulho, Penápólis, Piacatu, Pirangi, Planalto, Pongai, Pontalinda, Pontes Gestal, Populina, Queiroz, Quintana, Reginópolis, Restinga, Ribeirão Corrente, Ribeirão do Sul, Rifaina, Rincão, Riolândia, Rubiácea, Rubinéia, Sabino, Saltinho, Santa Albertina, Santa Clara d’Oeste, Santa Santa Lúcia, Santa Maria da Serra, Santa Rita d’Oeste, Santa Salete, Santana da Ponte Pensa, Santo Santo Antonio do Araçangua, Santo Antonio do Jardim, Santópolis do Aguapeí, Sebastianópolis do Sul, Severínia, Sud Mennucci, Suzanópolis, Taíaçu, Taiuva, Taquaral, Taquarituba, Terra Roxa, Torrinha, Trabiju, Três Fronteira, Turiuba, Turmalina, Ubirajara, Uru, Valentim Gentil, Valparaiso, Vargem Grande do Sul, Vera Cruz, Viradouro, Vitória Brasil, e Zacarias e Auxiliares de Administração Escolar na área inorganizada (municípios sem a representação exercida por sindicato, devidamente reconhecida pelo MTE): Andradina, Auriflama, Cabreuva, Cajamar, Estrela d’Oeste, Fernandópolis, Ferraz de Vasconcelos, General Salgado, Indaiatuba, Ilha Solteira, Itatiba, Nhandeara, Pereira Barreto, Santa Bárbara d’Oeste, Santa Fé do Sul, São Lourenço da Serra, Urânia e Professores na área inorganizada (municípios sem a representação exercida por sindicato, devidamente reconhecida pelo MTE: Adolfo, Aparecida do Norte, Arapeí, Areias, Bady Bassitt, Bálsamo, Bananal, Bebedouro, Bertioga, Caçapava, Cachoeira Paulista, Canas, Caraguatatuba, Cedral, Cruzeiro, Cubatão, Cunha, Eldorado, Guapiaçu, Icem, Iguape, Ilha Bela, Ipigua, Jací, Jacupiranga, Jambeiro, José Bonifacio, Juquiá, Lagoinha, Lavrinhas, Mendonça, Miracatu, Mirassol, Mirassolandia, Mongaguá, Monte Aprazível, Monteiro Lobato, Natividade da Serra, Neves Paulista, Nipoã, Nova Aliança, Nova Granada, Onda Verde, Paraibuna, Pariquera Açu, Pedro de Toledo, Peruíbe, Piacatu, Piquete, Poloni, Pontirendaba, Potim, Potirendaba, Praia Grande, Queluz, Redenção da Serra, Roseira, Santa Branca, São João da Boa Vista ,Ensino Superior) São José do Barreiro, São Sebastião, Sarapuí, Sete Barras, Silveiras, Tanabi, Ubarana, Ubatuba, Uchoa, União Paulista.
Sede: (11) 2857.6979 | Sub Sede: (19) 3524.1628 .:: FETEESP - Federação dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino do Estado de São Paulo
Site desenvolvido por Emultec